Home » Pombal Medieval e Quinhentista. Documentos da sua história by Saul António Gomes
Pombal Medieval e Quinhentista. Documentos da sua história Saul António Gomes

Pombal Medieval e Quinhentista. Documentos da sua história

Saul António Gomes

Published 2010
ISBN :
Paperback
268 pages
Enter the sum

 About the Book 

Foi a partir de Coimbra, Montemor-o-Velho e de Soure que, na primeira metade do século XII, se intensificou a ocupação organizada do espaço pombalense e a fundação, confiada aos cavaleiros da Ordem do Templo de Salomão de Jerusalém, do castelo destaMoreFoi a partir de Coimbra, Montemor-o-Velho e de Soure que, na primeira metade do século XII, se intensificou a ocupação organizada do espaço pombalense e a fundação, confiada aos cavaleiros da Ordem do Templo de Salomão de Jerusalém, do castelo desta vila.Esta fortificação templária, constituída por reduto militar polarizado por uma possante torre de menagem e por muralhas envolventes, renovadas e consolidadas no decurso dos séculos medievais e modernos, abrigou, no seu flanco nascente, a construção de uma notável e ampla igreja matriz românica dedicada a Santa Maria e predestinada ao usufruto das elites de cavaleiros e fidalguias deste município. Ainda hoje, o visitante, que ali se desloque, encontra neste chão algumas tímidas ruínas que dão mostra da grandeza desse templo medieval antigo.Neste espaço arqueológico fortificado apresenta-se o núcleo urbano genésico de Pombal. Inspirados pela avifauna fértil do lugar, numa região que tomou do voo das aves a encantadora inspiração para lendas de conquista e de protecção celestial - lembremos os corvos de Leiria, as águias de Ourém ou os pica--peixes, se o são, de Porto de Mós, patentes nas armas heráldicas dessas terras -, baptizaram a povoação de Pombal, melhor seja, num latim rugoso que os documentos desses anos enunciam como palumbar(e).Topónimo, de resto, frequente no Noroeste peninsular, etimologicamente derivado de columba, ou seja, pomba, com significado metonímico a que não será estranho algum imaginário simbólico bíblico e evangélico dos cavaleiros do Templo de Salomão.